domingo, 31 de outubro de 2010

Lendas da Aldeia do Pego

"Lenda da Capela do Senhor dos Aflitos"

Segundo a lenda, um senhor de família deslocava-se certo dia para a herdade do Curtido, através de um caminho de matagal compacto, quando foi surpreendido por uma alcateia de lobos. Desesperado, sem poder reagir, pediu a protecção do Senhor dos Aflitos, conseguindo escapar são e salvo. Ficou tão grato pela ajuda do santo, que mandou construir no local uma pequenina capela, com apenas 3 metros de comprimento, onde, ainda hoje, muitos crentes vão rezar ao santo e fazer as suas ofertas: a Capela do Senhor dos Aflitos, no Largo com o mesmo nome.


“A Mulher Galinha”

Um homem morava num monte perto do Pego. Esse homem ia muitas vezes a uma taberna na aldeia e só chegava de noite a casa. Um dia, quando ia para casa, viu uma galinha com pintos. Ficou espantado, porque as galinhas não são de andar de noite, mas continuou o seu caminho. Uns dias depois, no mesmo caminho, viu outra vez a galinha com os pintos. O homem agarrou na galinha e levou-a para casa. Na manhã seguinte levantou-se e, quando ia para cortar o pescoço da galinha, esta transformou-se numa mulher, que disse: “Quem vai, vai, quem está, está! Agora levas-me a casa às costas antes que o sol nasça. E se contares isto a alguém, venho cá todos os dias gozar contigo e fazer-te mal até que morras!” O homem fez o que ela disse e nunca mais passou naquele caminho. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...